segunda-feira, 1 de junho de 2009

Ações judiciárias contra pecuária

Por favor se comentar deixe um email para contato.

Ações judiciais contra pecuária

01/06/2009, 10:32
Como adiantado por O Eco, o Ministério Público Federal (MPF) ajuizou hoje ações contra 22 fazendas e 13 frigoríficos que participam da devastação da Amazônia por meio da cadeia econômica da pecuária. Elas exploram gado ilegalmente em áreas desmatadas no sudeste do Pará. As ações pedem indenizações milionárias contra as fazendas que, mesmo embargadas pelo governo, insistiram na criação de gado. Os frigoríficos que compraram os rebanhos serão processados para pagamento de danos à sociedade brasileira.

A lista de réus envolve seis fazendas da Agropecuária Santa Bárbara, da família do banqueiro Daniel Dantas, e o frigorífico Bertin.

Além das ações judiciais, o MPF enviou 72 recomendações para supermercados, fábricas de cosméticos, indústrias calçadistas e outras empresas que compram produtos bovinos vindos do desmatamento em terras paraenses. As empresas Carrefour, Makro, Pão de Açúcar, Perdigão, Wal-Mart, Ypê, entre outras, passam a ser consideradas como co-participantes dos danos ambientais se persistirem na compra de carne e outros produtos bovinos vindos de áreas de desmatamento.

Nenhum comentário: