sexta-feira, 16 de maio de 2008

O problema da economia é crescer, o problema do meio ambiente é uma boa política ambiental

Com essa frase os economistas definem a separação total entre economia e meio ambiente. O mais chocante não foi ter visto a política industrial do governo totalmente focada em crescimento - impossível, desnecessário e concentrador de riqueza. O mais chocante foi saber através do Carlos Minc que o plano industrial não contou com a participação do meio ambiente. Isso é revelador.

2 comentários:

Viviane Cunha disse...

Hugo,

Vc falou no outro texto da nossa arrogancia que será sem fim se nao revertermos...
Ontem fui na escola do meu filho e vi um cartaz com fotos de varios animais em vias de extinçao. Senti falta de uma figura humana ali... e me dei conta como o texto que mais se usa imbute essa arrogancia: nao estamos lutando para salvar o planeta. Estamos tentando nos salvar em primeira instancia. Essa sutil diferença causa muita diferença conceitual...porque se me preocupo em salvar o outro, isso pode ser uma politica solidaria contornavel...mas se se tem claro que o que se busca aqui é salvar especies, e estamos nessa lista - ja que o planeta vai certamente continuar aqui mesmo com chuvas acidas e muitos graus aquecidos...- o movimento é de natureza muito distinto. E isso pode ser a base de tamanha cegueira suicida, aliada ao apego a conceitos anteriormente introgetados sem testar a manutencao de sua validade...
bj
VV

andrea augusto - angelblue83 disse...

Revelador e assustador.
Dissociar plano industrial de meio ambiente nos dias que correm é no mínimo mau caratismo, Hugo.
Hj há muita informação para que se deixe de considerar o meio ambiente para qq coisa que se pense em fazer.

Particularmente, gosto do Minc e espero que ele consiga fazer o que a Marina não conseguiu.
Se ele manter o que disse nas entrevista que deu, acho que será bem sucedido.

bjo
Andrea