segunda-feira, 18 de maio de 2009

A Economia e suas "irmãs"

Por favor se comentar deixe um email para contato.

Texto do José Eli da Veiga na Página 22 de Maio.

Comentário do Hugo:

A economia deveria ter sido uma irmã siamesa da Biologia, a humanidade agora precisa muito do conhecimento dos biólogos e de outras ciências. Alfred Marshall era o defensor dessa ciência jovem nascer a partir da biologia. Vencido, no final virou uma irmã siamesa da física e não era tão mal assim, até pelos avanços da física moderna, mas os economistas ignoraram a simbiose com a física da qual todo seu conhecimento depende e mantiveram um sistema de idéias falso que agora domina, comanda e leva o mundo a um colapso iminente.

O bicho dos economistas - essa é uma boa figuração - é assim: não tem boca nem estômago (de onde vem os recursos pouco importa), não tem intestino nem reto (para onde vão os resíduos pouco importa também). Esse bicho esquisito só tem sistema circulatório e não tem contato algum com o meio ambiente nem com as outras formas de vida da qual tudo e todos nós dependemos. Um bicho desses está fadado a morrer e morrerá, porque aqui na Terra, somos todos interdependentes. Todos os seres vivos dependem de todos os seres vivos.

Os biólogos, matemáticos e físicos têm que derrubar os economistas do seu pedestal que assim, quando mais humildes, irão pedir ajuda. É uma vergonha seguirem com idéias contra a vida e contra as ciências mais fortes que há nesse planeta. Como alguém pode defender idéias contra a vida e dormir tranquilo?

Hugo Penteado

Um comentário:

Viver Sustentável disse...

muito bom levantar essa questão da interdisciplinaridade (tão necessária)... justiça seja feita: houve um economista sensato (http://viver-sustentavel.blogspot.com/2009/05/reabilitar-georgescu.html)

abraço