quarta-feira, 4 de maio de 2011

Sustentabilidade apud Delfim, Ricúpero & Armínio

Por favor se comentar deixe um email para contato.



A visão do Delfim no livro do Ricardo Arnt me assustou: "não vou viver o suficiente para ver isso [colapso planetário]". Ricúpero é mais desperto, simpatizo muito com ele. Armínio é tecnológico, iremos sim construir um novo planeta se precisar. A chapa onde se instalam as idéias (nosso cérebro) é um problema seríssimo, principalmente quando vale aquela máxima aristotélica: "quando nossos interesses estão em foco, somos os piores juízes das nossas ações". Assusta também a enorme complexidade instalada para resolver a rota de colisão da humanidade com a Terra. É uma maneira da discussão ficar assim: nem sim, nem não, quem sabe talvez.

Nos três: quase zero o reconhecimento do erro da teoria econômica tradicional. Isso é bem problemático, porque muitos sabem que o erro existe. Os economistas menos antenados não sabem, portanto não há expectativa de assumirem esse erro, se simplesmente o mesmo é ignorado por eles.

Abraço a todos,

Hugo

Nenhum comentário: