terça-feira, 22 de setembro de 2009

Dia mundial sem carro

Por favor se comentar deixe um email para contato.

Mais detalhes nesse link:

http://www.ciclobr.com.br/diasemcarro/noticias93_4_Desafio_Intermodal_de_Sao_Paulo.asp

Detalhe, a outra bicicleta só chegou 30 segundos atrás da moto porque o ciclista teve seu pneu furado no túnel da 9 de julho e foi até a prefeitura no sacrifício.

[]s

André Pasqualini

--------------------

21 de Setembro de 2009 - 17h28

Helicóptero perde para bicicleta em desafio de transporte em SP
Os organizadores do 4º Desafio Intermodal, realizado nesta noite de quinta-feira (17) em São Paulo, afirmam que novamente as bicicletas foram o meio de transporte mais rápido em um teste realizado entre a Zona Sul e o Centro.

A largada ocorreu às 18h na Praça General Gentil Falcão, no Brooklin. O objetivo era chegar o mais rápido possível, sem desrespeitar as regras de trânsito, até a sede da Prefeitura de São Paulo, no Viaduto do Chá.

Vinte e dois minutos e 33 segundos depois da largada, um ciclista que utilizava uma bicicleta sem marchas foi o primeiro a chegar ao ponto de encontro. Na sequência, um motociclista cumpriu o trajeto com 25 minutos, seguido de um ciclista que trabalha com entrega de encomendas (bike courier). O terceiro colocado fez o trajeto em 25m30s.

Apenas em quarto lugar chegou o participante que optou por um helicóptero. O tempo de deslocamento até o heliponto e a espera de liberação do tráfego aéreo contribuíram para o desempenho do meio de transporte.

O quinto a chegar foi outro ciclista, mais experiente e que recorreu a avenidas de trânsito mais rápido. Ele precisou de 37 minutos. Em sexto, mais um ciclista, que utilizou vias alternativas, levando 38m20s. Em sétimo, foi um motoboy, que gastou 42m28s, mas dispendeu R$ 1,50 e emitiu 1,44 kg de gás carbônico.

Correndo, o primeiro pedestre a chegar levou 66m03s e ficou na nona posição. Quem cumpriu o trajeto de ônibus chego em 11º e precisou de 71m20s, mas foi mais rápido de quem utilizou o carro. O motorista foi apenas o 12º, com 82m.

O pedestre caminhando levou 92m e ficou à frente até mesmo de quem recorreu ao trem, à ponte orca e o metrô, que gastou 99m. A pior opção foi a integração ônibus e metrô, o último colocado, com 109m.

O desafio acontece desde 2006 em São Paulo, sempre na quinta-feira anterior ao Dia Mundial Sem Carro, 22 de setembro. Todos os anos, o horário de saída e trajeto são os mesmos.

No 1º Desafio Intermodal, realizado em 2006, quem seguiu de moto ou bicicleta concluiu o trajeto em menos tempo. Nos outros dois anos, a bicicleta se mostrou de novo o meio de transporte mais rápido nesse percurso.

Fonte: G1

Um comentário:

Vana disse...

Bem interessante o resultado deste teste em que o helicóptero perde para a bicicleta.
O blog http://odesafiodasmegacidades.com.br/
oferece dados sobre a questão do transporte público e privado, com dados consistentes e texto fácil.
Desenvolvido pelas consultorias GlobeScan e MRC McLean Hazel, é recém-lançado e comenta pesquisa realizada em 25 grandes cidades.

É isso!