terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Monbiot, futuro contratado e extinção

Por favor se comentar deixe um email para contato. Monbiot defende energia nuclar, apesar de 99% dos resíduos acumulados de toda a sua produção feita até hoje não ter um destino definitivo!!!!!!! (Ted Trainer, capítulo 9). Sem falar que ele mostra uma insensatez danada, quando fazendo as contas, o urânio conhecido não ´´e capaz de gerar energia a ponto de substituir as fontes atuais e fazer qualquer diferença ao que ele acredita ser "carbon free" e que na verdade não é. O comissionamento e descomissionamento das usinas e dos combustíveis não é feito com uma vara de condão. Roegen mostrou que somos a única espécie exossomática da Terra, portanto, o impacto sobre os ecossistemas deriva do número de pessoas e do nosso materialismo. Ambos são problemas, não um ou outro. Ter menos filhos é necessário sim, pelo menos enquanto houver crianças abandonadas nas ruas. A Europa teve um problema severo de infância abandonada no século XIX e criou um esquema chamado Roda, no qual a adoção era compulsória e durava até os 18 anos. Estava num dos livros antigos do meu avô. Não vejo mudança alguma do modelo de desenvolvimento e é mais fácil acabar com tudo, inclusive serviços da natureza, do que mudar isso. Pelo menos as tendências atuais não negam. Max Neef explica: “The economic arrangement of society is to the liking of those who profit most from it. And it is no coincidence that they are exactly those who yield the power — the power to maintain intact the arrangement that suits them,” -Manfred Max-Neef in "Economics Unmasked". Agora com um acordo do clima que permite elevações de temperatura de 3,5 graus Celsius, a nossa sobrevivência na Terra como espécie animal acabou de virar roleta russa. Abraços Hugo Hugo, a nossa sobrevivencia como especie sempre foi uma roleta russa. Amanha pode cair um meteoro na terra e acabar com tudo; uma epidemia severa e desconhecida pode dizimar milhoes; a explosao de algumas ogivas nucleares, que estao ai desde antes de sonharmos com mudancas climaticas, tambem pode ter esse efeito. Por que voce acha que as mudancas climaticas mudaram esse cenario? Abraco Sr. Jones É duro reconhecer isso, mas simplesmente porque não temos decisão alguma sobre o fato de um meteoro cair na Terra ou não, mas temos total decisão sobre a falta de solidariedade com a teia da vida da qual dependemos totalmente. O maior processo de extinção em massa dos últimos 65 milhões de anos foi criado por nossa própria conta e risco e pela nossa inconsciência e é muita ingenuidade achar que essa extinção jamais irá se voltar contra os causadores. Somos todos um, do ponto de vista biológico e planetário e também talvez estejamos unidos por outros pontos que ignoramos. A água só existe através dos animais e plantas, fiquei surpreso de não ter aprendido isso desde que nasci. Os fatores aleatórios de extinção da vida não tiram a nossa culpa e responsabilidade por isso. Nosso sistema imunológico é tão incrível que é praticamete impossível a dizimação total da nossa espécie animal a partir de um invasor. Foi provado cientificamente que a mulher na escolha do seu parceiro "milagrosamente" obtém aquele que dará a maior e melhor combinação possível de diferenciação imunológica da sua prole. O sistema imunológico possui uma combinação infinita. Eu ficaria exasperado com o fato desses fatores aleatórios e dos riscos já criados pelos nossos próprios erros, como energia nuclear, pudessem nos eximir dessa responsabilidade, porque aí sim o nosso senso de coletividade desapareceu por completo. Nós já contratamos nossa extinção ou parte da extinção da vida. Isso não é o futuro, é o presente, o número de espécies animais e vegetais perdidas para sempre podem ser contados por dia, a destruição dos ecossistemas é diária, a cada dia amanhecemos com menos sistemas naturais pressionados cada vez mais pelo nosso sistema de consumo e produção, até o ponto que a resiliência da natureza será rompida. O mais incrível é que nessa roleta russa não há senso de urgência alguma. Se houver um dia, só poderemos salvar parte do que iremos perder. Poucos de nós sabem que sem a Amazônia (sem a natureza) estaremos todos mortos, parafraseando Keynes que disse no longo prazo todos estaremos mortos e ele se esqueceu que como espécie animal somos praticamente imortais. O sentido da frase dele é individualista, quando para existirmos dependemos de uma enorme, vasta e delicada solidariedade em todos os sentidos. Abraço Hugo

Nenhum comentário: