segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Pra começar 2014.

Por favor se comentar deixe um email para contato.



Amigos,

Nós que acreditamos que a economia é um subsistema da Terra e não o contrário como querem muitos economistas (até os ditos ambientalistas) sofremos muito quando emitimos nossa opinião.
Até entre nós o diagnóstico, as causas e as soluções divergem muito.

Se não ouvirmos uns aos outros, por mais que discordemos, não aprendemos, iremos para o fim da nossa civilização de vez.

Por exemplo, eu acho um absurdo falarmos em energias renováveis (mito) e de acreditarem que precisamos de mais energia, quando esse sistema desperdiça energia nababescamente com coisas inúteis.  Temos que combater o desperdídio e a ineficiência desse sistema, não inventar novos sistemas produtivos de energia, enganosamente chamados de “energia limpa” onde até a nuclear entra aí…

Ouço um silêncio sepulcral quando toco nesse assunto.  Quando digo que mais sistemas, sejam quais forem, só aceleram nossa rota suicida, ninguém fala nada e quando digo que nada mudou e a economia de alto carbono está firme como uma rocha principalmente nas reuniões de sustentabilidade como a Rio +20 ou PRI ninguém fala nada. Quando somamos todas as iniciativas de sustentabilidade das empresas que só buscam lucros de curto prazo com mais consumo inconsciente e destruidor de matéria e energia que levará inevitavemente ao fim da vida na Terra, ninguém também se pronuncia, embora todos sonhem em ter netos.

Enfim, precisamos nos ouvir.

Abraço a todos e feliz 2014,

Hugo

2 comentários:

T. Vian disse...

Acabei de "conhecer" seu trabalho. E de cara já me identifiquei com o enfoque. Confesso, deu até uma força. Feliz ano novo e vamos em circulo!!! tatianavian@gmail.com

Hugo Penteado disse...

Nosso trabalho Tatiana. Um círculo enorme de amor, única coisa que talvez possa ser maior que a Terra.